CDSA-UFCG

CDSA-UFCG Follow

Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido / UFCG / Campus Sumé

http://www.cdsa.ufcg.edu.br/cdsa/

349 Followers  175 Follow

Share Share Share

https://bit.ly/2TM3Wpv
#CDSA_UFCG
Pascar realiza 8ª Cavalgada do Agricultor e da Agricultora neste domingo

Acontecerá neste domingo, dia 4 de agosto, a 8ª Cavalgada do Agricultor e da Agricultora, realizada pelo Programa de Ações Sustentáveis para o Cariri (PASCAR) do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da Universidade Federal de Campina Grande.
https://bit.ly/2YEXtxA
#CDSA_UFCG
https://bit.ly/2T0sLxx
#CDSA_UFCG
https://bit.ly/2LRzI3r
#CDSA_UFCG
https://bit.ly/2K5UYAq
#CDSA_UFCG
https://bit.ly/30whnMx
#CDSA-UFCG
https://bit.ly/2xfWFUz
#CDSA_UFCG
https://bit.ly/2XA103M
#CDSA_UFCG
https://bit.ly/2ZvXiW4
https://www.feis.unesp.br/#!/pos-graduacao/profagua/processo-seletivo5930/2019/ - Fiquem atentos! Deve ser feito o envio da documentação 
necessária para a homologação  de inscrição no processo 
seletivo de 2019 do Profágua
- Os candidatos pensam que devem apresentar a 
comprovação da documentação após a aprovação na prova 
escrita
- Os documentos necessários para envio estão descritos nos
itens  4.2.1 até 4.2.11 do edital
- Devem enviar a documentação escaneada em pdf para o 
e-mail profaguaufcg@gmail.com e as comprovações do 
currículo, constantes nos itens 6.2 e 6.3
- Sem o envio da documentação comprobatória a sua 
inscrição não será homologada e sem homologação não 
poderá participar da seleção.
Você sabia que:
Em 2017, a cada 19 horas em média, morria uma pessoa vítima de LGBTIfobia?

Neste ano, foram 445 lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTis) mortos em crimes motivados apenas pela sua CONDIÇÃO SEXUAL.

Sabia que em 2018, até o mês de maio, ao menos 153 pessoas LGBTis morreram no Brasil, vítimas de preconceito contra a identidade de gênero e contra a orientação sexual?
(fonte: Grupo Gay da Bahia -GGB). Por muitos e muitos anos, homossexuais foram associados a doenças, escórias e promiscuidade. Entretanto, estas são questões associadas a fatores de personalidade e caráter de cada indivíduo e não à forma como o mesmo se relaciona afetiva e sexualmente. Ademais, julgamentos vazios e agressividade não são estratégias favoráveis na construção de relações saudáveis e funcionais.

Não podemos mais permitir que as pessoas sejam agredidas (verbal ou fisicamente) por falta de informação, educação e respeito. Utilizemos o dia 17 de maio como um dia de visibilidade internacional para discutirmos este assunto tão importante. Mas é preciso construir diariamente uma consciência pessoal e social de questionar comportamentos ofensivos relacionados à sexualidade e identidade de gênero.
O CDSA-UFCG apoia esta causa.

Texto: Lays Andrade de Sá - Psicóloga/CDSA/UFCG
Mensagem - Núcleo de Serviço Social

O dia 17 de Maio se celebra o dia Internacional contra a Homofobia, posto que a data foi escolhida em razão da exclusão da Homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e  Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 17 de maio de 1990, oficialmente declarada em 1992. É  oportuno lembrar que o Brasil é um país em que a cada 19 horas uma pessoa LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, trans e travestis) morre, sendo um dos países que mais mata travestis e trans em todo o mundo. É valido destacar que o Serviço Social repudia toda e qualquer forma de preconceito, existindo canais em que a denuncia pode ser formalizada, a exemplo do Disque 100, além de outros canais para formalização de denúncias. 
#núcleodeserviçosocial #assistênciaestudantilufcg #nãoahomofobia#agenteenfrentaahomofobiaénocotidiano
Coletivo de Assistentes Sociais da Assistência Estudantil da PRAC/UFCG (Campi: Campina-Grande, Sumé, Cuité, Patos, Pombal, Sousa e Cajazeiras)