Defesa Civil PR

Defesa Civil PR Follow

A Defesa Civil Estadual está localizada no Palácio das Araucárias - Curitiba/PR

http://www.defesacivil.pr.gov.br/

1,508 Followers  85 Follow

Share Share Share

Na quarta-feira o tempo se altera no Paraná. Áreas de instabilidade associadas ao deslocamento de uma frente fria ocasionam chuvas com descargas atmosféricas e rajadas de vento moderadas para as regiões sudoeste, oeste e sul já no período da manhã. A partir da tarde algumas áreas de chuva se ocorrem de forma isolada nas demais regiões do Paraná. O maior volume de precipitação está previsto para os setores de fronteira com o Paraguai e a Argentina além do sudoeste paranaense. Sendo que nessas regiões as temperaturas pouco se elevam.
Maio Amarelo - Um trânsito mais humano começa com as escolhas que a gente faz!!!
As condições atmosféricas ao longo da terça-feira ainda são de tempo estável em quase todas as regiões do Paraná. Na metade norte, Campos Gerais, Centro e Leste do Estado o Sol predomina desde as primeiras horas do dia favorecendo ao tempo ligeiramente quente, principalmente no período da tarde. Nos setores Oeste, Sudoeste e Sul o dia amanhece com tempo seco e quente, porém, uma frente fria que avança mais ao sul, sobre o Norte da Argentina, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, se aproxima do Paraná até o período da noite, trazendo alterações no tempo para as regiões de fronteira, no Sudoeste. FONTE: SIMEPAR
Defesa Civil do Paraná recebeu na tarde de hoje (20), o Tenente klinger e a Tenente Jessica da 5ª Região Militar do Exército Brasileiro para tratar sobre a fiscalização de Produtos Controlados.
Previsão do Tempo
Segunda-feira com previsão de tempo estável em todas as regiões do estado do Paraná. A massa de ar com baixos índices de umidade do ar deixa o céu com pouca nebulosidade, inclusive no leste do Estado. Com a presença de menos nuvens no céu, as temperaturas apresentam variação expressiva em todas as regiões (valores amenos no amanhecer - principalmente nas regiões serranas (Sul, Campos Gerais, RMC e Centro) - e agradáveis à tarde.
Fonte SIMEPAR.
Comitê de Segurança de Barragens discute propostas de alteração da Legislação

Entre os dias 13 e 17 de maio, na Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, reuniram-se representantes dos órgãos licenciadores e fiscalizadores de barragens no Estado do Paraná com a finalidade de debater os avanços que vem ocorrendo no setor e de elaborar proposta de adequação da legislação estadual. O objetivo também é de acompanhar as mudanças no setor e proporcionar segurança à população do entorno dos empreendimentos.  O Comitê de Barragens do Paraná foi instituído pelo Decreto Estadual n° 11.381, de 16 de outubro de 2.018, e um de seus objetivos é o de sugerir alterações em legislações ou normas afetas ao tema.
Mosquito da febre amarela não morre com queda das temperaturas

A Secretaria de Estado da Saúde alerta a população que não deixe de tomar a vacina contra a febre amarela, mesmo com a ocorrência de dias mais frios. O motivo da orientação é que o mosquito transmissor da doença continua vivo apesar da queda das temperaturas. “A imunização continua nas unidades de saúde dos 399 municípios do Estado e a secretaria recomenda a vacinação como forma eficaz e segura de proteção contra a doença”, afirma a superintendente de Vigilância em Saúde da secretaria, Acácia Nasr.

O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (16) registra 16 casos confirmados da doença e 74 casos em investigação. O boletim anterior, publicado em 25 de abril, apresentava 15 casos confirmados e 85 em investigação.

Acácia destaca que o Estado mantém o trabalho de vacinação e de vigilância ativa, com ações de campo nas regiões com maiores índices de infestação do mosquito transmissor. “Seguimos com o alerta para que, além da vacina, as pessoas se protejam ao visitar parques e áreas de mata usando repelente, calças compridas e blusa de maga comprida”, disse. “A febre amarela é infecciosa, já provocou uma morte no Paraná neste ano, em março, e por isso a mantemos a orientação para vacina”. NÚMEROS - Entre os 16 casos confirmados no Paraná, 14 são do sexo masculino, com idades variando entre 10 e 60 anos. Os locais prováveis de infecção foram os municípios de Antonina, Guaraqueçaba, Paranaguá, Morretes, São José dos Pinhais e Adrianópolis.

EPIZOOTIAS - A Secretaria de Estado da Saúde também mantém o trabalho de Vigilância de Epizootias, que investiga as mortes de macacos contaminados pela febre amarela. Até o momento, 32 epizootias foram confirmadas e 75 seguem em investigação. “Lembramos sempre que os macacos não transmitem a doença. Eles também são infectados e acabam servindo de sentinelas, indicando a presença do mosquito”, disse a superintendente.

Desde o início do monitoramento de epizootias, de junho do ano passado até o 14 de maio, foram confirmados casos em de febre amarela em macacos em Antonina, Morretes, Paranaguá, São José dos Pinhais, Castro, Jaguariaíva, Ipiranga e Carambeí.
Geólogos da Defesa Civil apresentam estudos sobre a Serra do Mar

Equipe de geologia apresenta estudos de suscetibilidade na Serra do Mar para o efetivo da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil.

Esses estudos mostram a preocupação com as alterações climáticas e os eventos atmosféricos têm sido mais intensos, para que os profissionais de Defesa Civil e a sociedade a adotem uma  mentalidade ambiental e invistam  na preparação sistêmica para suportar as consequências destes desastres.

Ações como essa são importantes para que danos e prejuízos sejam diminuídos, especialmente para as pessoas. "Defesa Civil, Somos Todos Nós"
Cemaden abre inscrição para candidato à Bolsa do CNPq na área de Meteorologia

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden)- unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações –  está com inscrição aberta para uma Bolsa  EXP-A, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o objetivo de desenvolvimento de pesquisa na área de Meteorologia , em São José dos Campos (SP). O candidato à Bolsa deve apresentar as seguintes qualificações :  ter  Mestrado em Meteorologia,  com conhecimento de programação e GRADs, boa redação.

As atividades de pesquisa  a serem desenvolvidas no Cemaden são : -Levantamento das ocorrências de desastres naturais : movimento de massa, inundação e enxurrada no Brasil, disponibilizadas pelo Sistema Integrado de Alerta de Desastres Naturais – SIADEN, do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais; Análises dos extremos de precipitação relacionados às ocorrências acima descritas. -Verificações dos alertas enviados diariamente pela equipe operacional de desastres naturais do Cemaden. -Organização da Reunião Mensal de Impactos em Atividades Estratégicas para o Brasil, para divulgação dos resultados das avaliações de ocorrências de desastres naturais, bem como os cenários mais prováveis de impactos da seca nas reservas hídricas e na agricultura em todo o País. -Atualização dos dados das estações hidrológicas da ANA e INMET das principais bacias monitoradas, as quais poderão contribuir para a validação das previsões de impactos em Hidrologia.

A Bolsa EXP-A/CNPq terá a duração de 6 meses, no período 01 de junho à  30 de novembro de 2019 e não será renovável. O valor mensal da Bolsa é de R$ 4 mil.

Os interessados  devem enviar o Curriculum Lattes atualizado para o e-mail sueli.rosa@cemaden.gov.br até o dia 29 de maio de 2019.
Balanço do Primeiro Quadrimestre do Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CEGERD) - Defesa Civil do Paraná
Dica de Prevenção - Inundação 2
Compartilhem 😉
👩‍👧‍👦❤️