Mayk Lenno"

Mayk Lenno" Follow

Arquitetura e Urbanismo | Produção Cultural

1,648 Followers  526 Follow

Share Share Share

As vezes parece que sou o mais nostálgico da turma e hoje olhando umas lembranças por aqui, me recordei de alguns momentos que nos marcaram de forma especial. Lembro quando nos tornamos esse grupinho em novembro de 2014, quase 04 anos depois e com a maioria de nós morando longe, percebo a importância de tudo o que construímos nesses poucos anos, uma base de pessoas que mesmos a quilômetros de distância, fazem questão de está pertinho. Lembro da nossa primeira festa do pijama e vejo os frutos que brotaram de lá para cá. E sempre recordo de ter ouvido algumas vezes da Maria, o trecho da canção que diz que tudo isso "é sobre ser abrigo, e também ter morada em outros corações." E que diferença é poder sentir isso na prática hoje, como é fortalecedor saber que essas pessoas que se tornam nossa segunda família estrão conosco sempre, independente das coisas que aconteçam e tentem nos desestruturar. Hoje, sou feliz por ver que um dia Deus nos plantou e hoje, do nosso jeito, nos amamos, cuidamos, perdoamos e recordamos tudo pelo que passamos. Obrigado meus bbzes, por cada momento criado e compartilhado e como diz a canção: “Olhe pro seu amigo, do seu lado esquerdo e fale para ele, do fundo do peito, o quanto ama ele e o quanto vai mudar, se um dia desses, ele te abandonar.” Desejo o que há de melhor pra nós e que o mundo conheça como vocês são incríveis!! Amo vocês!!!❤️💛💙 #tbt
[17:35_17.06.18]
agradeço ao universo
por levar
tudo o que levou 
e por me dar
tudo o que está dando -equilíbrio
"ante o mistério da amplidão suspensa, meu coração é um vago acalanto berçando versos de saudade imensa."
Esse clima de São João: É bom demais Junio!! 😂😍
💛
Fazendo tcc e de quebra  renovando o feed hahaha
"Há tantos sonhos a sonhar, há tantas vidas a viver..." 🎶
Pesquisadores na operação tcc
Memória edificada no sertão!
"A morte pode ter abafado os gritos dos flagelados, mas os casarões sobreviveram como testemunhas do que jamais poderá repetir-se. Em seu silêncio, gritando por eles, como testemunhos indestrutíveis ao tempo."
Sigo por aí viajante, habitante de um lar sem muros...