Blog Menina da Bahia

Blog Menina da Bahia Follow

#igliterario #Resenha #dicas e #novidades sobre o mundo dos #filmes e #livros.
Contato e parcerias: @maraalmeida_02 meninadabahiaoblog@gmail.com

http://www.meninadabahia.com.br/

2,180 Followers  758 Follow

Share Share Share

(Lailie) #resenhasdomenina Os Imortalistas | @chloekbenjamin | @harpercollinsbrasil | 320p. |2018| 4🌟 
O livro conta a história dos irmãos Gold, que em uma tarde de tédio no ano de 1969, resolveram visitar uma vidente que estava na cidade e que era conhecida por adivinhar o dia da sua morte. Movidos pela curiosidade, Daniel, Varya, Klara e Simon batem à porta da vidente. 
A vidente atende um a um separadamente e tal acontecimento mudará suas vidas para sempre e definirá os seus destinos. São quatro irmãos completamente diferentes um do outro. Por isso, cada um recebe a profecia de forma diferente. Varya e Daniel são os que menos ficam afetados e acreditam ser brincadeira. Já Klara e Simon, os mais novos, pensam que pode ser verdade. 
O tempo passa e os Irmãos Gold seguem com as suas vidas, Daniel e Varya decidem estudar em uma universidade. Klara está convicta da sua vocação que é ser mágica. E Simon, bem, Simon não sabe exatamente quem ele é e precisa se descobrir. 
Após a morte do patriarca da família, Simon decide que é hora de partir para São Francisco e Klara, a mais aventureira dos irmãos, sente que este é o momento perfeito para que eles corram atrás daquilo que eles tanto querem, seja o que for. Para Simon isso significa o amor e a liberdade de ser quem ele sempre soube que é. Para Klara, a oportunidade de colocar em prática todo o aprendizado com mágicas. Mas nem tudo são flores. 
Os imortalistas é um livro é dividido em quatro partes, cada um contando a historia de um irmão até o momento da sua morte. E você lê se questionando se aquilo deveria estar acontecendo por que a vidente previu ou por que estava no destino deles? 
Esse é um romance que nos faz refletir muito sobre a vida e sobre as nossas escolhas. Além de conversar sobre questões importantes como diferenças culturais e sobre descoberta da AIDS na década de 80. 
É uma leitura necessária, apesar de achar que alguns ganchos ficaram soltos, mas nada que torne o livro menos interessante e totalmente atual. Nunca tinha lido nada da Chloe Benjamim e me surpreendi. Assim como a edição da HarperCollins em capa dura, que deixou o ar mais nostálgico e importante.
(Lailie) Hoje é dia de #tbt então, que tal falarmos das últimas quatro resenhas que saíram no blog, mas que não saíram aqui no ig por conta do tempo corrido agora no início de Dezembro? Tivemos Romances de Época, Suspense e Distopia infantojuvenil. Para conferir todas, é só clicar no link que está na BIO. 
P.s.: Uma ótima oportunidade de conhecer melhor os livros e quem sabe comprar para dar de presente agora no Natal, hein?! Para si ou para os amigos!! P.S.2: Se estiver afim de mais indicações de livros para presentear no Natal, estamos fazendo ótimas indicações nos stories todos os dias! E estamos salvando todas elas no destaque “30 livros 🎁🎄”. • • • •

#euleioarqueiro #planetadelivrosbrasil #tusquetseditores #harpercollinsbrasil #juliaquinn #marybalogh #leilaslimani #madeleinelengle #umadamaforadospadroes #umacordoenadamais #cancaodeninar #umplanetaemseugiroveloz #romancedeepoca #romancesdeepoca #romancedeépoca #suspense #distopia
(Lailie) Último dia do desafio #BingoLitNegra : Livro adaptado como filme ou série. 
Eu não poderia falar de outro livro que não este, afinal ele foi APENAS a minha MELHOR leitura de 2018. E olha que definir isso foi muito fácil, embora tenha lido muitos livros incríveis. Mas a história de Starr é muito inspiradora, porque ela não aceita a forma como o melhor amigo foi morto  pelos policiais (e com razão) e passa a se questionar sobre o seu posicionamento perante a sociedade como mulher, feminista, americana, negra e suburbana. E eu não poderia ter postado em um timing perfeito, já que AMANHÃ estreia a adaptação aqui no Brasil e eu estou muito ansiosa pra ver mais um show de atuação da Amandla Stenberg como Starr. .
.
#literaturanegra
#consciencianegra #oodioquevocesemeia #thehateugive #thehateugivemovie #angiethomas #literatura #livros #reading #igliterario #amoler #dicadeleitura #libro  #aMeninarecomenda
(Mara) Hoje é dia de festa e caruru aqui na Bahia! É dia de comemoração a Santa Bárbara que na religiosidade africana corresponde a OYA, mais conhecida como Iansã. E trouxe essa curiosidade aqui no Menina porque para quem já leu o livro Filhos de sangue osso, sabe que OyA é a orixá mãe, guia da protagonista Zélie, a quem a personagem recorre sempre pedindo proteção, ajuda ou agradecendo! 
A foto foi feita no museu Afro-brasileiro localizado no Pelourinho onde em uma sala, encontramos as imagens dos principais orixás e ao centro a imagem de Oya.

Quem quiser saber mais sobre o livro é só dar uma olhada em postagens anteriores!!
#oya #iansa #santabarbara #eparrey #FilhosDeSangueeOsso #childrenofbloodandbone #tomiadeyemi #livros #leitura #amoler #igliterario #oMeninaindica #meninadabahiaoblog #salvador #bahia #salvadormeuamor #pelourinho #editorarocco
(Lailie) Quarto dia do desafio #BingoLitNegra : História com um romance. 
A indicação de hoje é de um livro, no qual a autora, Ayóbámi Adébáyo (não sei se escrevi corretamente), estudou com a Chimamanda na infância e foi aluna de Margaret Atwood. “Fique Comigo” é um livro forte sobre a construção de uma nova família. E o quanto à influência das famílias podem interferir em um casamento. 
Você tem que casar. E você tem que ser capaz de gerar um filho, o quanto antes. O problema estava na pressão das duas famílias, tanto a de Yejide quanto a de Akin, para que eles tivessem filhos logo. Isso mexeu muito com a dinâmica do casal, principalmente em como realizar este sonho. 
Fique Comigo é um livro simples, de narrativa forte e muito inspirador! Até que ponto você faria um sacrifício pessoal para realizar o sonho da maternidade? Será que vale a pena?  Estas são as perguntas que você faz enquanto avança a leitura. É o tipo de livro que todo mundo deveria ler em algum momento da vida. .
.
.
#literaturanegra
#consciencianegra #fiquecomigo #ayobamiadebayo #literatura #livros #reading #igliterario #amoler #dicadeleitura #libro  #aMeninarecomenda
(Mara) Terceiro dia do desafio #BingoLitNegra : Não ficção.
A indicação de hoje foi feita pela @lailiewinne e não poderia ter sido melhor do que um livro da poderosa Chimamanda! "Sejamos todos feministas" é uma palestra transcrita da Chimamanda, que fala sobre como foi crescer em um ambiente opressor em seu país de origem, a Nigéria e como ela conseguiu buscar no feminismo a liberdade, não apenas a dela como a de muitas mulheres ao redor do mundo.

Um livro forte, sincero, simples e inspirador! Daquela lista " todas as mulheres deveriam ler!
.
.
.
#literaturanegra
#consciencianegra #chimamandangoziadichie #sejamostodosfeministas #literatura #livros #reading #igliterario #amoler #dicadeleitura #libro  #aMeninarecomenda
(Mara) Hoje trago o 2° livro do desafio #BingoLitNegra : Livro publicado esse ano!
Não tinha melhor escolha para mim do que Filhos de Sangue e osso. Um dos melhores lançamentos de 2018, na minha humilde opinião. Que ideia maravilhosa falar sobre Mitologia Africana, sobre racismo, sobre diferenças e o protagonismo feminino. Estava sentindo falta de bons livros de fantasia assim. Com bom enredo, boa escrita, bons personagens e com uma protagonista que eu goste e tenha vontade de torcer (obrigada especialmente por isso Tomi!). Demorei, mas essa semana tem resenha dele no blog e contarei com mais detalhes como foi minha experiência com essa leitura. Para quem ainda não conhece a história desse livro, eu postei aqui sobre ele quando o recebi (volta algumas postagens e leia que vale a pena) e olha aqui tambem a sinopse: . "Eles mataram minha mãe. Eles tiraram nossa magia. Eles tentaram nos enterrar. Agora, nós nos erguemos. Zélia Adebola se lembra de quando o solo de Orïsha sussurrava através da magia. Burners criavam fogaréus, Tiders moviam marés, e a mãe de Zélie, uma Reaper, conduzia espíritos para o além. Mas tudo mudou na noite em que a magia desapareceu. Sob as ordens de um rei cruel, os maji foram assassinados, deixando Zélie sem uma mãe e seu povo sem esperança. Agora, Zélie tem uma chance de trazer a magia de volta e atacar a monarquia de volta. Com a ajuda de uma princesa rebelde, Zélie precisa enganar e correr do príncipe coroado, que está determinado a erradicar a magia de uma vez por todas. O perigo ronda Orïsha, onde leopardos da neve espreitam os arredores e espíritos vingativos esperam em meio às águas. Ainda assim, o maior perigo pode ser a própria Zélie, enquanto ela luta para controlar seus poderes e seus sentimentos em relação ao inimigo."
(Mara) Post especial: Hoje foi comemorado o #diadaconsciêncianegra, um dia que representa a luta dos negros contra a discriminação racial e pela a igualdade social. Data escolhida por ter sido o dia da morte do líder Zumbi, nos relembra a importância de refletir a posição do povo negro na sociedade. E para não deixar esse dia passar sem ser celebrado aqui no Menina, decidimos nos 45 do segundo tempo, iniciar esse desafio que achamos maravilhoso da @solainechioro
: O #bingolitnegra ! Durante essa semana iremos postar 5 indicações literárias obedecendo as regras do bingo. Explicaremos tudo nos storied e deixaremos em um destaque aqui no feed, criado para o desafio.
.

E para o primeiro dia: "Livro de Poesia" escolhemos o incrível "Tudo nela brilha e queima" da magnífica Rayane Leão @ondejazzmeucoracao ,lançado pela Editora Planeta. Livro de estréia da autora, onde ela escreve poesias sobre amores, superação, rotina, desapego, recomeços e partidas.
De forma simples, intensa e poética. Me vi refletida em muitos de suas palavras. 
Nós Meninas baianas super recomendamos!
.
.
Fotos dos textos que nos salvaram: @soualmapoa  e @laylaperes 
#desafio #tudonelabrilhaequeima #ryaneleao #poesia #escritorasnegras #literaturanacional #oMeninaindica #leitura #igliterario #blog
#quotedaMenina "Sabia exatamente que tipo de amor queria, um amor que se infiltra nos ossos, se enraíza no coração e floresce no corpo. Queria um amor que durasse para sempre." Mar de Rosas - Nora Roberts (Série Quarteto de noivas)
.
.
.
#quote #quotepreferido #noraroberts #editoraarqueiro #romancebooks #romance #quartetodenoivas
#resenhasdomenina (Lailie) Tipos Incomuns (Algumas Histórias)| @editoraarqueiro | 2017 | 352p.| Tom Hanks | 4🌟

Sim, estamos falando do Tom Hanks, ator e diretor hollywoodiano. Que me surpreendeu muito com esse talento recém-descoberto, escritor. 
Tipos incomuns é um livro de contos, no total são dezessete. Em cada um Hanks apresenta temas baseado no cotidiano que, tiramos alguma lição com os personagens principais, umas mais complexas outras nem tanto. 
Tom Hanks criou uma obra para que pudéssemos nos divertir, o intuito dele não é mudar os nossos conceitos, mas não pense que as críticas sociais não estão lá, pois estão, de forma totalmente descontraída, mas estão lá.

O universo literário de Tom é antigo, pois ele é apaixonado por máquinas de escrever e em 2014 publicou o conto “Alan Bean Mais Quatro”, na The New Yorker, uma revista literária americana e foi muito bem elogiado. Inclusive esta história está no livro Tipos Incomuns e é uma das mais incríveis, minha favorita inclusive, já que fala sobre cinco amigos que constroem um foguete no quintal e conseguem chegar a lua. 
No geral a experiência foi super positiva e muito surpreendente para uma estreia, os textos seguem uma linha linear, sem plot twists e não perde ponto nenhum por isso. Perfeito para leituras em tardes preguiçosas e relaxantes. 
#resenhas #tiposincomuns #EuLeioArqueiro #tomhanks #livros #literaturaestrangeira #contos
#resenhasdomenina (Marlene) Um Vento à Porta | #sérieumadobranotempo | Madeleine L’Engle | @harpercollinsbrasil | 2018 | 
Charles Wallace é um menino de seis anos que tem uma inteligência fora do comum, essa característica que o torna único, também é a causa de seus problemas.

Meg está preocupada com seu irmãozinho, pois, ela temia o dia que isso iria acontecer, mas, antes que ela tenha a chance de ajudá-lo a passar por isso, descobre que Charles está vendo dragões no quintal e isso não é apenas algo da sua cabeça e para piorar ainda mais a situação, ele está terrivelmente doente e sua vida está em risco. 
Agora, Meg e Calvin irão embaraçar em uma viagem para dentro do corpo de Charles, com a missão de descobrir o que está errado, para enfim, restaurar a harmonia do universo.

Um Vento À Porta foi uma leitura incrível, que me surpreendeu bastante. Como comentei na resenha anterior, eu não sou lá nenhuma fã de livros infanto-juvenil, no entanto, preciso ressaltar, que eu adorei a escrita da autora, tudo é muito leve e fluído, a narrativa é gostosa, a maneira como a autora descreve os acontecimentos me mantiveram presa a história.

Os personagens cresceram muito desde o primeiro livro, em especial a Meg, que se mostrou bem forte quando percebeu que a vida do seu irmão dependia dela. Calvin foi um personagem que também cresceu bastante no meu conceito, eu adorei sua personalidade e atitudes, apesar de ter sentido que ele ficou um tanto que apagado nesse livro e por último, Charles, que continua sendo meu queridinho no quesito fofura e personalidade.

Um dos pontos que eu achei mais interessante da história como um todo, é que apesar de se tratar de uma série de ficção científica, a obra não fica presa apenas a isso, é impossível não notar as mensagens contidas nas entrelinhas, como a importância do amor familiar da aceitação e do respeito para si mesmo e para com o próximo, isso para mim, é algo que torna essa história ainda mais apaixonante. {Continua nos comentários}
#resenhasdomenina (Lailie) Eu perdi o Rumo | @editoraarqueiro | @gayleforman | 2018 | 236p. | 4🌟 
A resenha de hoje é o meu reencontro com a escrita da Gayle Forman. Foi muito bom a ver de volta ao gênero Young Adult. Ela sabe desenvolver tramas como ninguém para este público e desta vez não foi diferente. 
Eu perdi o rumo conta a história de três jovens: Freya, Nathaniel e Harun que, cada um à sua forma, perderam o rumo de suas vidas e não sabem o que fazer para reaver o caminho. E é então em um desastroso incidente que a vida deles são entrelaçadas. 
Freya é uma cantora em ascensão, mas que da noite para o dia perdeu a voz, ou seja, seu instrumento de trabalho. Sua relação com a família não é das melhores, já que a mãe só pensa em como ser rica e ter uma filha famosa. Sua irmã não fala mais com ela e seu pai voltou para a Etiópia e constituiu nova família. 
Nathaniel foi criado pelo pai e ela avó, na verdade só pela avó porque o pai nunca teve um comportamento de um homem maduro e responsável, o que levou a mãe dele ir embora e por ventura se casar de novo na Califórnia. Sua avó o ensinou a ser uma pessoa responsável. Após a sua morte, ele teve que lidar diretamente com as inconstâncias do pai e em um desses momentos sofreu um grave acidente. Sua vida foi refeita a partir de então. 
Harun é de uma família paquistanesa e está prestes a viajar para o Paquistão para encontrar uma esposa. Só que, ele apenas queria assumir para a família que era homossexual e que amava James ao invés de manter este segredo guardado e ir para longe em busca da infelicidade.

Cada um com seus dilemas, cada um com suas dores, até que o destino une os três por acaso. Quem sabe um não pode ajudar o outro a resolver o próprio problema. E é nisso que o enredo se baseia, de forma leve e descontraída vamos conhecendo aos poucos a vida de cada um e como eles chegaram até ali: embaixo de uma ponte dentro de um parque em Nova York? 
É uma leitura super recomendada, eu sou muito suspeita para falar da Gayle, mas desta vez ela criou toda uma situação que poderia muito bem acontecer com qualquer um de nós, em nosso cotidiano.